sábado, 4 de julho de 2009

Selinho


Cara Nova!!!

Oi gente!!!
Resolvi dar uma mudada no "visu" do meu blog.
Não tenho muitas habilidades para colocar gifs no título e mudar muitas coisas, mas tentei fazer o melhor. Sei que não ficou grandes coisas, mas já é o início de uma mudança!
Agora começam as férias e vou compartilhar com vocês algumas coisas diferentes que fiz!
Beijos

segunda-feira, 29 de junho de 2009

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Níver chegando!!!

Olá amiguinhas....

Gostaria me desculpar mais uma vez pela ausência.
Mas, estou preparando um projeto da "Chapeuzinho Vermelho" e assim que estiver tudo no jeito, venho compartilhar com vocês!

Gostaria também, de agradecer as amigas que me enviaram e mails antecipados me dando os Parabéns! Obrigada.

Meu níver será dia 6 próximo e desde já agradeço os votos já recebidos.

Beijos

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Calendário de Junho


Olá amiguinhas blogueiras...






Saudades de todas vocês!!!! Venho primeiramente, me desculpar pela ausência, porque depois que as aulas começaram o tempo ficou curto, então, tenho passado poquíssimo por aqui e este ano, minha turminha tem sugado meu tempo quase todo... Meus alunos tem muitas dificuldades, então tenho me dedicado ao máximo.






Resolvi antecipar o calendário de junho que fiz para minha turminha, espero que vocês gostem e não deixem de comentar... Assim que possível retribuirei o comentário de vocês. Um beijo e que vcs tenham uma ótima semana!!!!

domingo, 22 de março de 2009

Calendário de Abril


Este é o calendário que fiz para minha turminha. Resolvi antecipar a postagem pois, com essa correria para os preparativos da páscoa, não está sendo fácil, quase não tenho passado por aqui!!! Mas, assim que isso tudo passar volto para retribuir os comentários. Espero que gostem e não deixem de comentar! Beijos

terça-feira, 10 de março de 2009

Dia do circo para colorir






Sugestão de desenhos para colorir, sobre o dia do circo.

domingo, 1 de março de 2009

Calendário de Março


Estava procurando o calendário de março para minha turminha e encontrei este no blog: pensamentoemacao.blogspot.com e achei uma graça. Então resolvi compartilhá-lo com vocês! Beijos

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

8 de março - Dia Internacional da Mulher



História do 8 de março
No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na
Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Objetivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de
trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Enfeites da minha sala




Enfeites que fiz para minha sala.


segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Calendário de sala


Oi gente!!!
Estou postando para vocês hoje, o calendário que fiz para minha sala de aula.
Em volta dele, colei combinados e alguns enfeites que fiz em E.V.A.
Espero que gostem.
Não deixem de comentar.
Beijos




terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Lembrancinha Hello Kitt

Oi, meninas!!!
Essa é mais uma lembrancinha de aniversário que fiz.
A festa foi da Hello Kitt.
Ficou uma graça, não ficou?
PS: Desculpem a resolução da foto não ter ficado muito boa, mas é que tirei a foto com celular, porque minha câmera deu problemas.


Não deixem de comentar!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Lembrancinha


Fiz essas carinhas da Mel para lembranciha de aniversário, atrás das carinhas seriam colocados potinhos com guloseimas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Sugestões de Dinâmicas

Dinâmica do Sentar-se no Colo
Esta dinâmica propõe um "quebra gelo" entre os participantes:O coordenador propõe que o grupo fique de pé, de ombro-á-ombro, em círculo. Em seguida pede que todos façam 1/4 de giro para um determinado lado ficando em uma fila indiana (assim: xxxxxxxxxxxx), embora em círculo. Ao sinal o Coordenador pede que todos se assentem no colo um do outro e depois repitam para o outro lado. É bem divertido, causando muitos risos !
Autor: Desconhecido

Dinâmica do "João Bobo"
Esta dinâmica propõe um "quebra gelo" entre os participantes e também pode ser observado o nível de confiança que os os participantes têm um no outro:Formam-se pequenos grupos de 8-10 pessoas. Todos devem estar bem próximos, de ombro-á-ombro, em um círculo. Escolhem uma pessoa para ir ao centro. Esta pessoa deve fechar os olhos (com uma venda ou simplesmente fechar), deve ficar com o corpo totalmente rígido, como se tivesse hipnotizada. As mãos ao longo do corpo tocando as coxas lateralmente, pés pra frente , tronco reto. Todo o corpo fazendo uma linha reta com a cabeça. Ao sinal, o participante do centro deve soltar seu corpo completamente, de maneira que confie nos outros participantes. Estes, porém devem com as palmas das mãos empurrar o "joão bobo" de volta para o centro. Como o corpo vai estar reto e tenso sempre perderá o equilíbrio e penderá para um lado. O movimento é repetido por alguns segundos e todos devem participar ao centro.
Obs: Pode ser feito também na água.
Autor: Desconhecido

Dinâmica do Nome
Esta dinâmica propõe um "quebra gelo" entre os participantes. Ela pode ser proposta no primeiro dia em que um grupo se encontra. É ótima para gravação dos nomes de cada um.
Em círculo, assentados ou de pé, os participantes vão um a um ao centro da roda (ou no próprio lugar) falam seu nome completo, juntamente com um gesto qualquer . Em seguida todos devem dizer o nome da pessoa e repetir o gesto feito por ela.Variação: Essa dinãmica pode ser feita apenas com o primeiro nome e o gesto da pesso, sendo que todos devem repetir em somatória, ou seja, o primeiro diz seu nome, com seu gesto e o segundo diz o nome do anterior e gesto dele e seu nome e seu gesto... e assim por diante. Geralmente feito com grupos pequenos, para facilitar a memorização. Mas poderá ser estipulado um número máximo acumulativo, por exemplo após o 8º deve começar um outro ciclo de 1-8 pessoas.
Autor: Desconhecido

Dinâmica do "Escravos de Jó"
Esta dinâmica vem de uma brincadeira popular do mesmo nome, mas que nessa atividade tem o objetivo de "quebra gelo" podendo ser observado a atenção e concentração dos participantes.
Em círculo, cada participante fica com um toquinho (ou qualquer objeto rígido). Primeiro o Coordenador deve ter certeza de que todos sabem a letra da música que deve ser:Os escravos de jó jogavam cachangá;os escravos de jó jogavam cachangá;Tira, põe, deixa o zé pereira ficar;Guerreiros com guerreiros fazem zigue, zigue zá (Refrão que repete duas vezes)
1º MODO NORMAL:Os escravos de jó jogavam cachangá (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA);os escravos de jó jogavam cachangá (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA);Tira (LEVANTA O TOQUINHO), põe (PÕE NA SUA FRENTE NA MESA), deixa o zé pereira ficar (APONTA PARA O TOQUINHO NA FRENTE E BALANÇA O DEDO);Guerreiros com guerreiros fazem zigue (PASSANDO SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA), zigue (VOLTA SEU TOQUINHO DA DIREITA PARA O COLEGA DA ESQUERDA), zá (VOLTA SEU TOQUINHO PARA O OUTRO DA DIREITA) (Refrão que repete duas vezes).2º MODO: Faz a mesma sequência acima só para a esquerda3º MODO: Faz a mesma sequência acima sem cantar em voz alta, mas canta-se em memória.
4º MODO: Faz a mesma sequência acima em pé executando com um pé.5º MODO: Faz a mesma sequência acima com 2 toquinhos, um para cada lado.

Dinâmica da "Escultura"
Esta dinâmica estimula a expressão corporal e criatividade. 2 x 2 ou 3 x 3, os grupos devem fazer a seguinte tarefa:Um participante trabalha com escultor enquanto os outro (s) ficam estátua (parados). O escultor deve usar a criatividade de acordo com o objetivo esperado pelo Coordenador, ou seja, pode buscar:-estátua mais engraçada-estátua mais criativa-estátua mais assustadora-estátua mais bonita, etc.
Quando o escultor acabar (estipulado o prazo para que todos finalizem), seu trabalho vai ser julgado juntamente com os outros grupos. Pode haver premiação ou apenas palmas.
Autor: Desconhecido

Dinâmica da "Sensibilidade"
Dois círculos com números iguais de participantes, um dentro e outro fora. O grupo de dentro vira para fora e o de fora vira para dentro. Todos devem dar as mãos, sentí-las, tocá-las bem, estudá-las. Depois, todos do grupo interno devem fechar os olhos e caminhar dentro do círculo externo. Ao sinal, o Coordenador pede que façam novo círculo voltado para fora, dentro do respectivo círculo. Ainda com os olhos fechados, proibido abrí-los, vão tocando de mão em mão para descobrir quem lhe deu a mão anteriormente. O Grupo de fora é quem deve movimentar-se. Caso ele encontre sua mão correta deve dizer _Esta ! Se for verdade, a dupla sai e se for mentira, volta a fechar os olhos e tenta novamente. Obs: Essa dinâmica pode ser feita com outras partes do corpo, ex: Pés, orelha, olhos, joelhos, etc. Tem o objetivo de melhorar a sensibilidade, concentração e socialização do grupo.
Autor: Desconhecido

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

História da Zeropéia


Ia uma centopéia com suas cem patinhas pelo caminho quando topou com uma barata.Vendo tantas patinhas num bicho só, a barata ficou boquiaberta:
-Mas Dona Centopéia pra que tantas patinhas? A senhora precisa mesmo delas? Olha, eu tenho só seis e são mais do que suficientes! Posso fazer tudo, correr, trepar nas paredes, me esconder nos buracos. Ninguém consegue me acertar na primeira, nem na segunda chinelada!- É – respondeu a centopéia -, eu não havia pensado nisso! E olha que tenho essas cem patinhas desde que nasci cinqüenta de um lado e cinqüenta do outro...
- Como à senhora faz quando tem uma coceira? – perguntou a barata - Já imaginou o trabalhão, coçando daqui e dali sem parar? Deve ser um inferno ter tantas patinhas! Por que a senhora não amarra noventa e quatro e fica com seis como eu? Vai ficar muito mais fácil e a senhora vai poder inclusive correr muito mais, como eu.
A centopéia nem pensou e amarrou as noventa e quatro patinhas. Doeu um pouco com todos aqueles nós, mas era necessário, e continuou a andar.
Lá na frente se encontrou com um boi.
Quando o boi viu a centopéia andando com seis patas ficou intrigado:
- Dona centopéia por que seis patas? Para que tantas? Olhe, eu só tenho quatro e faço o que quero! Corro, participo de touradas, pulo cerca quando quero, sou forte e todo mundo me admira! Por que a senhora não amarra mais duas patinhas e fica com quatro? Vai ficar mais ágil e vai correr tanto quanto eu...
A centopéia amarrou mais duas patinhas. Doeu um pouco, já estava quase dando cãibra,
mas era necessário, e continuou a andar.
Lá mais na frente, já andando com certa dificuldade, a centopéia se encontrou com
o macaco.
Quando o macaco viu a centopéia andando com quatro patas, ficou curioso.
Olhou bem, contou e recontou, e não se conteve:
- Mas... Dona centopéia, por que tanta pata se a senhora pode andar com apenas duas, como eu?Veja como eu faço: pulo de galho em galho, corro, ninguém me pega nesta floresta. Por que a senhora não amarra mais duas patinhas e fica assim, como eu?
A centopéia nem pensou e amarrou mais duas patinhas. Agora só tinha duas patinhas livres, poderia viver em paz, como a maioria dos bichos da floresta, e se parecia até com as pessoas, podia até pensar em ter nome de gente, como Maria ou Florinda.E continuou a andar, com muita dificuldade, mas tranqüila. Havia seguido todos os conselhos que recebera pelo caminho.Velhos tempos aqueles em que tinha cem patinhas livres!Quanto trabalho à toa! E continuou a andar.Mas lá na volta do caminho, de repente, viu a dona cobra!
A centopéia sentiu um friozinho na barriga.
- I! – pensou ela – a dona cobra nem patas têm!
Não deu outra. Quando a cobra viu a centopéia com suas duas patinhas, foi logo parando
e dizendo:- Por que andar com essas duas patas num corpo tão comprido e desajeitado? Será que você não sente que está sendo ridícula andando só com duas patas? E, afinal de contas, pra que patas pra andar? Não vê como eu corro, escapo, ataco, meto medo, serpenteio, subo em árvores e até nado sem patas? Por que não completa a obra e amarra tudo de uma vez?
A centopéia então, amarrou as suas últimas patinhas, pensando que podia ser que nem a cobra. E não podia. Ali mesmo ficou pedindo socorro e gritando por todos os bichos da floresta:- Ei, dona barata, seu boi, seu macaco, dona cobra! Venham me ajudar! Não consigo mais andar! Eu, que tinha cem patinhas, deixei de ser uma centopéia e acabei virando uma zeropéia!A turma da floresta, pra concertar a situação, teve então uma idéia, a de fazer um carrinho bem comprido para a centopéia poder se locomover. A centopéia ia virar a primeira zeropéia motorizada da floresta!- Mas como é que eu vou dirigir esse carro se não tenho mais patinhas?
Foi um drama! Os bichos foram logo discutindo:
- A barata dirige, pois foi ela quem mandou amarrar noventa e quatro patinhas de uma só vez!
- Não, não, não! Dirige o boi, que mandou amarrar mais duas patas!
- Melhor o macaco, que mandou amarrar mais duas.
- Negativo! Dirige a cobra, que mandou amarrar tudo. Até que a centopéia se deu conta, pensou bem pensado e disse para todo mundo:
- É, gente, a culpa é minha! Eu não devia ter escutado essa conversa fiada de amarrar patinhas! Eu não sou barata, não sou boi, não sou macaco e nem cobra; eu sou é eu mesma, uma centopéia que quase virou uma zeropéia.
A centopéia agradeceu o carrinho, mas, mandou a bicharada desamarrar todas as suas patinhas. E decidiu que o mais importante era ser ela mesma e ter as suas próprias idéias na cabeça...


terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Reunião com pais

Como o início das aulas se aproxima, decidi compartilhar com vocês algumas algumas dicas para que possamos ter uma reunião em paz com os pais.... espero que ajude!
Cause boa impressão na apresentação.
Superar resistências iniciais.
Criar um clima favorável.
Cortesia, atenção, simpatia.
Demonstrar sólidos conhecimentos sobre o assunto a ser tratado.
Estabelecer diálogo.
Ouvir com empatia: compreendo; Entendo o que o(a) Sr(a). quer dizer; se eu estivesse no seu lugar.
Ser assertivo, sem entrar em clima de agressividade.
Saber lidar com perguntas inesperadas.
Ouvir objeções até o final.
Iniciar pelos aspectos positivos do grupo.
Evitar comparações de alunos e classes.
Não expor o aluno.
Casos particulares devem ser tratados em atendimentos individuais.
Deixar claro, sempre que necessário, que a reunião de pais tem como objetivo tratar de assuntos referentes ao grupo.
Como os pais podem auxiliar ou orientar nas tarefas de casa.
Envolver os pais no processo de aprendizagem do filho.
Informar como os filhos estão aprendendo e para quê.
Lembre-se: os pais não esperam explanações teóricas acerca de algum tema.
A maioria deseja receber sugestões fundamentadas que ajudem efetivamente em situações diárias e não imposições de valores.
Mantenha Controle da Situação:
Evite gírias: Tá legal, oi cara, tudo em cima?
Expressões repetitivas: Né; tá; viu? Certo?
Tratamento íntimo: Meu amor, querido(a), benzinho, flor.
Expressões dúbias: Eu acho, eu penso que pode ser, talvez, quem sabe?
Condicionais: Seria, poderia, faria, gostaria.
Palavras negativas: Impossível, não; sem explicar o porquê. Eu não penso assim, foi a direção que decidiu.
Falar em nome do aluno ou dos pais errado. Aqui é assim mesmo, o senhor tem razão!
Lembre-se! A primeira impressão é a que fica e a última também.

Oba, oba!!!

Ganhei mais uma selinho da amiguinha blogueira tia Dani...

E para repassá-lo siga as regrinhas:
1- Escrever uma lista com oito coisas que sonhamos fazer antes de morrer.
2- Convidar oito parceiras de blogs amigos para responder também.
3- Comentar no blog de quem vos convidou.
4- Comentar nos blogs dos nossos(as)convidados(as) para que saibam da convocação.
Meus sonhos (não necessariamente nessa ordem):
1º - Fazer mestrado;
2º - Ter dois filhos e, se possível, que seja uma menina e um menino;
3º - Terminar minha casa;
4º- Comprar um carro zero;
5º - Dar aulas numa universidade;
6º - Ser muito feliz com minha família;
7º- Ter tempo para brincar muito com meus futuros filhos;
8º - Amar e ser amada pela família, amigos e conhecidos;

Repasso o selinho aos cantinhos amigos:
Sapinho Colorido;
Prazer em educar;
No canto do conto;
Letramento e alfabetização;
Fazendo arte na escola II;
Ciberespaço na escola;
Anjinhos de Pijama;
Pedagogia do afeto;

Beijocas para todas vocês!!!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Mais um presentinho


Olha só que amor!!!
Ganhei este selinho do blog amigo http://jardimdatiadani.blogspot.com/ e repasso a amiguinha Giane do blog Bala de Goma!

Sugestão de brincadeira para o primeiro dia de aula

Onça dorminhoca
Faixa etária: Educação Infantil
Formação: Formar com o alunos uma grande roda. Cada criança fica dentro de um pequeno círculo desenhado sob os pés , exceto uma que ficará no centro da roda, deitada de olho fechado . Ela é a Onça dorminhoca. Desenvolvimento: Todos os jogadores andam a vontade, saindo de seus lugares , exceto a onça dorminhoca que continua dormindo. Eles deverão desafiar a onça gritando: "Onça dorminhoca"! Inesperadamente, a onça acorda e corre para pegar um dos lugares assinalados no chão. Todas as outras crianças procuram fazer o mesmo. Quem ficar sem lugar será a nova Onça dorminhoca.
Sugestão: O professor poderá proporcionar um estudo sobre a onça, de acordo com o interesse das crianças : Quem já viu uma onça? Aonde? Quando? Como ela é?Como vive? O que come? Quem quer imitá-la? Confeccionar uma máscara de cartolina ou papelão para aquele que fará o papel da onça. Partindo deste estudo, a criança, quando for desenvolver a atividade, criará um personagem seu relativo à brincadeira.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

História "A magia do alfabeto"

NO CASTELO ENCANTADO DA FADA ROSA MORAVAM TODAS AS LETRAS DO ALFABETO. VIVIAM FELIZES E BRINCAVAM MUITO.
UM DIA A FADA AZUL DO CASTELO DOS NÚMEROS CONVIDOU AS LETRAS PARA UMA FESTA, MAS A FADA ROSA NÃO DEIXOU ELAS IREM PORQUE IRIA CHOVER.
ALGUMAS SAIRAM ESCONDIDAS E FORAM À FESTA, E OUTRAS FICARAM (AS VOGAIS). QUANDO VOLTAVAM, CAIU UMA TEMPESTADE COM RAIOS E TROVÕES. UM RAIO CAIU NA LETRA H E ELA FICOU MUDA, AS OUTRAS LETRAS FICARAM MUITO ASSUSTADAS.
AO CHEGAREM NO CASTELO, LEVARAM UMA BRONCA DA FADA ROSA QUE LHES DEU UM CASTIGO: NUNCA MAIS TERIAM SOM PRÓPRIO, SEMPRE TERIAM QUE TER UMA VOGAL ACOMPANHANDO-AS. E ASSIM FOI QUE SURGIU AS VOGAIS E CONSOANTES.

Ganhei!!!!


Recebi este selinho da amiga Vivi, do blog http://letramentoealfabetizacao.blogspot.com/ que vale muito a pena visitar!
Muito obrigada Vivi.